QUEM SOMOS E COMO TRABALHAMOS

JOÃO MARCOS VARELLA

Fui treinado pelo meu pai para ser seu sucessor nos negócios da família. Minha vida profissional tomou novos rumos, porém pude aproveitar o que aprendi com ele. Participei como sócio de vários negócios e passei por planos Cruzado, Collor, Real e Bresser que despertaram minha atenção para os riscos dos negócios. Encontrei na teoria científica da Psicologia da Resiliência as bases para aprender a superar riscos. Desde 1988 oriento empreendedores, contratado como consultor pela DBM, atual LHH e posteriormente passei a oferecer minha experiência adquirida principalmente na orientação a mais de 2.000 empreendedores.

Interesses comuns viabilizam um negócio e na sequência são ajustados entendimentos sobre atribuições e participação no capital. Os sócios então se dedicam à estruturação ao funcionamento da empresa.
Mas com frequência é esquecido o acordo de sócios.

João Marcos Varella - comportamentos empreendedores

EXPERIÊNCIA

  • 30 ANOS ORIENTANDO EMPREENDEDORES
  • FOI SÓCIO DE VÁRIAS EMPRESAS
  • FOI COORDENADOR DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING DA FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE MARKETING
  • FOI PROFESSOR DA USP. PUCSP, PUCAMP

ESPECIALIZAÇÕES

  • MEDIAÇÃO DE CONFLITOS
  • FAMÍLIAS EMPRESÁRIAS
  • RESILIÊNCIA
  • PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
  • MARKETING
  • GESTÃO DE PROJETOS
  • É PSICÓLOGO PELA PUCSP

LIVROS

  • O DESAFIO DE EMPREENDER 2008
  • EMPRESAS RESILIENTES 2012
  • EMPREENDEDOR RESILIENTE 2012
  • CARTAS A UM CONSULTOR 2015
  • COACHING RESILIENTE 2014

PARCEIROS

Priscilla Mello- DeFamilia - foi apoiada por João Marcos Varella

Defamilia: Orientação a famílias empresárias para implantação de Governança Familiar

cadência, parceira de João Marcos Varella

 

Cadência :Desenvolvimento de Resiliência

Sobrare, parceira de João Marcos Varella

 

Sobrare: Desenvolvimento de Resiliência

NOSSA METODOLOGIA DE TRABALHO:

O desenvolvimento de empreendedores tem três pilares integrados

MENTORIA, RESILIÊNCIA E NEGÓCIOS

MENTORIA

Empreendedorismo exige prática e visão global, não basta a teoria ou uma visão parcial insuficiente para a gestão do negócio porque sempre surgirão novos desafios. A sua experiência na elaboração do seu projeto será o ganho maior.

É um processo de experimentação e empoderamento, isto é ganho de autoconfiança construindo a proteção aos riscos e a adequação das metas aos recursos reais.

Sua participação será um desafio.  Você participará de um processo de desenvolvimento da autonomia, da maturidade sem o conforto da dependência.

Você vai receber orientação, mas irá aprender com a superação das dificuldades e desenvolverá as próprias competências e aptidões.

Serão muitas as provocações para desenvolver  seus planos e será necessário que você se dedique às tarefas inerentes ao seu próprio projeto de empreender . Mas sempre existirão as conversas sobre as dificuldades. Você estará recebendo orientação.

Finalizando, mentoria não é uma consultoria que vai entregar processos prontos. É uma experiência de desenvolvimento de resiliência.

RESILIÊNCIA

A ciência identificou como se processa a superação de desafios. Esse novo campo da ciência recebeu o nome de Resiliência. Tem como princípios:

•             São comportamentos e não traços de personalidade

•             São aprendidos e podem ser mapeados

•             Podem ser treinados

•             Mudam diante de diferentes circunstâncias

•             Todas as pessoas possuem graus distintos de resiliências

O desenvolvimento de um grau de excelência de comportamentos resilientes permite a flexibilidade necessária para se adaptar às circunstâncias e superar adversidades. Comportamentos resilientes adequados protegem contra riscos e do estresse.

NEGÓCIOS

Empreender é sempre uma conexão entre o empreendedor e o negócio. É lugar-comum considerar que um bom negócio na mão de um mal empreendedor pode levar ao fracasso. Por um outro ângulo, é preciso considerar para um bom resultado

•             Compatibilizar as competências e experiência do empreendedor com as características  e demandas do negócio.

•             A integração entre os comportamentos do empreendedor e

•             O estilo de vida, a saúde,  interesses, necessidades pessoais e da família com a demanda do negócio.

•             Por fim, identificar os riscos possíveis do negócio e desenvolver as proteções necessárias.

COMO É FEITO O ATENDIMENTO

O apoio ao empreendedor ocorre por meio de reuniões presenciais de cerca de uma hora de duração, com horário previamente marcado.

O contrato especifica quantas reuniões e a periodicidade.